After Laughter

29 de jul de 2017

Minha banda preferida (lê-se Paramore) lançou um álbum novo há alguns meses atrás e eu não seria eu mesmo se não comentasse esse acontecimento aqui. Eu alguns outros fóruns foi noticiado que o álbum seria diferente e que a banda iria ter influências novas de new wave nas melodias e deixaria o pop punk de lado. Fiquei muito curioso pra ver o resultado. Finalmente no dia do lançamento do álbum  o "choque" que muitos fãs tiveram ao ouví-lo e notar a diferença toda não foi tão grande assim pra mim - porque eu já estava esperando algo diferente mesmo e porque eu gosto de outras bandas com o estilo new wave também (como The Preatures e No Doubt), então pra mim ver o Paramore lançando algo do tipo foi um "plus" a mais.

O que me chocou mais foram as letras. Pra mim esse é o álbum que tem as melhores composições. As mais tristes e profundas ao mesmo tempo. Em consonância, o instrumental das músicas é alegre, nada parecido com os trabalhos antigos da banda. E isso fez toda diferença porque mesmo sendo letras tristes, você é "empurrado" pra cima com o instrumental animado.Uma mistura de new wave, pop rock, anos 80 e tudo o que a Hayley Williams, Taylor York e Zac Farro (que voltou pra banda!) estavam ouvindo no momento, desde Cyndi Lauper e Blondie a músicas africanas.

Quando as palavras tocam o coração

27 de abr de 2017

Depois de um dia super cansativo, com dor de cabeça e mil preocupações, chego em casa e me deparo com uma mensagem no meu celular:

— Oii amigo! Acabei de postar um texto na página e tem a ver com você. Passe lá quando puder. Espero que goste!

Não puder conter minha curiosidade! Fazia alguns meses que minha amiga Rejane não escrevia algum texto, e eu como fã número um da sua escrita fui logo ver o que ela tinha feito. Só não imaginava que iria me fazer tão bem.

Re(começar)

25 de abr de 2017
A vida é uma caixinha de surpresas, quando menos esperamos algo inesperado acontece e tudo muda completamente. Eu já deveria estar acostumado com isso – todos nós deveríamos – mas não é assim que funciona na prática. Sempre estamos vulneráveis. Sempre sonhamos mais do que deveríamos e acabamos criando expectativas que podem nos machucar. Eu tenho aprendido muito com a vida, com o tempo e com as pessoas, e se tem uma coisa boa que posso dizer sobre tudo isso é que é muito bom crescer e evoluir. Eu não sou mais o mesmo de 2014 quando fiz o último post desse blog, nem sou mais o mesmo de ontem. Tudo transfigura-se rapidamente. O que pode acontecer amanhã? Eu serei mais triste ou mais feliz? Eu não tenho essas respostas. Somente tenho a certeza que devo viver o meu presente da melhor forma possível. Não desistir de ser feliz, porque a felicidade a gente merece ter. E se algo nos coloca pra baixo é para que possamos aprender e evoluir. Tudo é aprendizado.
| Powered by Blogger | Todos os direitos reservados | Melhor Visualizado no Google Chrome | Topo